Piercing na Boca

Piercing na Boca

Na adolescência que a garotada começa a aderir aos piercings. O mais preocupante é que nessa fase da vida nem todos sabem como cuidar para que esses meios de expressão não causem nenhum mal à saúde. O quadro complica quando o piercing é feito na boca: lábios, língua e bochecha. . Normalmente os piercings são peças metálicas feitas de aço cirúrgico, ouro ou titânio.

O risco desse tipo de piercing é fraturar os dentes devido ao trauma, eles também podem causar periodontite, halitose (mau hálito), infecção, inflamação severa na língua entre outras coisas. Isso acaba acontecendo porque no piercing pode haver acúmulo de resíduos ou resto de alimentos e acaba criando um ambiente mais propício para o aparecimento dos problemas que acabei de citar, além disso o aparecimento de cárie é muito comum.
Mas a proibição do uso desses artefatos, nem sempre funciona com os adolescentes. O melhor caminho é orientar sobre os cuidados ao invés de tentar convencê-los a não colocar. É importante esclarecer a eles os riscos que correm ao colocar este acessório e que a higiene é fundamental para evitar problemas futuros
Alguns cuidados devem ser tomados pra quem usa o piercing tradicional na boca como:
– Não mexer no piercing sem lavar as mãos com um sabonete antisséptico.
– Não mordiscar o piercing, pois esse hábito pode causar trauma nos dentes podendo quebra-los, também pode traumatizar a gengiva, causando assim retração a gengival.
– Fazer bochechos com antisséptico bucal ajuda na higienização.
– Em caso de inflamação e infecção, procure um dentista.
Ok pessoal essa é a dica de hoje e até a próxima!

Deixe seu Comentário

Seu email não será publicado