Ozonioterapia

Ozonioterapia

O ozônio (O³) é um gás natural e potente bactericida devido a propriedades oxidantes, que podem destruir bactérias, vírus e fungos.

Há mais de cem anos, o ozônio é conhecido na medicina por sua eficiência no combate desses micro-organismos, um bom exemplo foi o tratamento das infecções com ozônio dos soldados alemães na 1° guerra mundial, vale lembrar que naquela época não existiam os antibióticos. É com base nisso que muitos dentistas passaram a utilizá-lo em diversos tratamentos como a periodontite e a cárie.

O ozônio pode ser administrado puro, que seria através da injeção do gás, diluído em água que seria a água ozonizada e ainda de uso tópico através do óleo ozonizado. É importante frisarmos que o ozônio puro nunca deve ser inalado, jamais.

Estudos demonstraram que, mesmo em baixas concentrações, o ozônio contribui também para a cicatrização. Ele potencializa o tratamento com antibióticos e, se utilizado de forma tópica, que é a aplicação direta no local afetado, não tem contraindicação, pois permanece por muito pouco tempo no organismo.

Na odontologia, o bochecho com a água ozonizada ajuda combater bactérias que podem causar inflamações nas gengivas, como por exemplo a periodontite, nesses casos deve-se fazer uma raspagem de tártaro e profilaxia, com a raspagem do tártaro, associada à aplicação direta do gás e à aplicação de água ozonizada, o ozônio mata as bactérias que causam a infecção, evitando assim a perda de osso em volta das raízes dos dentes.

Em tratamentos de cárie, o ozônio pode ser aplicado no dente depois da remoção da parte afetada. É indicado principalmente quando as lesões da cárie são profundas e estão perto do nervo ou em tratamentos de canal.

O ozônio também pode ser indicado em casos de necrose óssea, que podem ocorrer em pacientes que fazem radioterapia para tratar tumores na região da boca ou em mulheres que fazem uso de bifosfonatos que são medicamentos usados em caso de osteoporose e tumores ósseos.

E para finalizar, é importante ressaltar que existem muitos estudos científicos que fundamentam a ozonioterapia, esses estudos demonstram ótimos resultados quando há indicação correta para sua aplicação, e por ser uma substância natural, são raras as reações adversas com o uso do ozônio. E só para lembrar a ozonioterapia deve ser feita por profissionais legalmente habilitados.

Deixe seu Comentário

Seu email não será publicado